quarta-feira, 4 de março de 2015

Ônibus da Transcotta é assaltado próximo a Urucânia. Autores são presos

        Na última terça-feira (3 de março), o ônibus da empresa Transcotta , que fazia linha, Santo Antônio do Grama a Ponte Nova, relatou aos militares que Luiz Antônio da Silva, 25 anos, vaqueiro entrou no ônibus na cidade de Santo Antônio do Grama, próximo ao posto de combustível, trajando calça escura/desbotada e camisa de cor cinza com listras brancas. Ao chegar próximo ao povoado Bandeiras, município de Urucânia, Luiz Antônio deu sinal de parada e quando o veículo parou, ele sacou uma arma branca (faca), chegando a esbarrar a ponta da faca na barriga do trocador Gilson Domingues Ferreira, 47 anos, trocador, fazendo grave ameaça, anunciando o assalto, mandando Gilson descer do ônibus e que lhe entregasse o dinheiro.

    Temendo pela sua integridade física Gilson entregou ao Luiz Antônio a quantia de aproximadamente R$1500,00, (um mil e quinhentos reais) que pertenciam em parte a empresa e outra parte a Gilson.
          Luiz Antônio ainda roubou o telefone celular do trocador, marca LG. Gilson ainda relatou que em seguida Luiz Antônio saiu correndo por uma estrada vicinal sentido ao povoado de Bandeiras.
Diante das informações e características de Luiz Antônio, os militares iniciaram intenso e ininterrupto rastreamento, com apoio das viaturas de Piedade de Ponte Nova, Tático Móvel de Ponte Nova e viatura de Rio Casca.
        Em contato com a testemunha, a qual lhe foi apresentado varias fotos de contumazes cujas características se assemelhavam a que foram repassadas, esta reconheceu a foto do autor Luiz Antônio.
        Já na cidade de Rio Casca, os militares obtiveram informações de que outra pessoa estaria envolvida no roubo, dando apoio e fuga para Luiz Antônio.
           A PM localizou Luiz Antônio e seu amigo no interior de um bar, no distrito de Águas Férreas, próximo a Rio Casca, sendo eles abordados e encontrados com Luiz Antônio a quantia de R$340,00 (trezentos e quarenta) reais em dinheiro e um telefone celular.
     Eles receberam voz de prisão em flagrante delito sendo informados de seus direitos constitucionais, conduzidos ao Hospital Arnaldo Gavazza filho, onde foram atendidos pelo medico de plantão, e posteriormente foram levados ao ponto de apoio da Policia Militar.
        A testemunha, motorista do ônibus reconheceu Luiz Antônio como sendo autor do roubo, reconhecendo ainda uma camisa arrecadada na casa do auto, semelhante a que foi usada no momento do roubo.
         Gilson, o trocador também reconheceu Luiz Antônio, autor do roubo e ainda reconheceu o telefone celular apreendido com o Luiz Antônio, como sendo seu telefone que fora roubado.
Fonte: Unidade Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário