Anúncio

sexta-feira, 30 de março de 2018

Mineroduto da Anglo American tem novo vazamento em Santo Antônio do Grama

A Anglo American registrou mais um vazamento de polpa de minério nesta quinta-feira (29) no mineroduto Minas-Rio, em Santo Antônio do Grama, na Região da Zona da Mata de Minas.

Este é a segunda ocorrência em menos de um mês registrada na mesma cidade. No dia 12 de março, a tubulação do mineroduto se rompeu e despejou 450 m³ de minério durante 45 minutos, segundo o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

O vazamento dessa vez foi menor, conforme a mineradora. A empresa disse que durou cerca de cinco minutos e já foi “estancado”. O volume de polpa despejado não foi informado.

Segundo a mineradora, ninguém se feriu. A operação foi paralisada por causa do rompimento. A polpa de minério foi despejada no Córrego Santo Antônio do Grama.

Conforme a Anglo American, o abastecimento de água da cidade não foi afetado, pois a captação continua sendo feita por uma adutora no Ribeirão Salgado.

A prefeita de Santo Antônio do Grama, Alcione Albuquerque (PP), disse que a empresa havia retomado o bombeamento de polpa de minério há dois dias, depois de fazer testes com água, e que o novo rompimento aconteceu perto do local anterior. Ela contou ainda que equipes estavam próximas ao local, na estação de bombeamento, conseguiram detectar o vazamento bem rapidamente, e avisaram a empresa para suspender o bombeamento.

As autoridades e órgãos competentes já foram avisados, de acordo com a mineradora. “A empresa está mobilizando todos os esforços para ação imediata de resposta ao incidente e, tão logo tenha mais informações, divulgará à sociedade”, disse em nota a Anglo American.

Mineroduto

A Anglo American extrai minério de ferro em Conceição do Mato Dentro, onde ele é misturado com água para produzir uma polpa. Esse material é bombeado para o mineroduto, que passa em Santo Antônio do Grama.

A instalação de 529 quilômetros também passa pelo Rio de Janeiro. No Porto do Açu, em São João da Barra (RJ), o minério de ferro é separado da água e embarcado em navios para exportação. A água eliminada é tratada e jogada no mar.

Segundo a Anglo American, o mineroduto, inaugurado em 2014, é o maior do mundo. A empresa diz que é um meio de transporte seguro, monitorado em todo o trajeto. Diz ainda que tem um plano de emergência para o caso de vazamentos, que, mesmo sendo raros, podem ocorrer, e, de acordo com a própria mineradora, causar danos ao meio ambiente.

De acordo com a mineradora, o material que vazou é considerado resíduo não perigoso.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário