Anúncio

domingo, 25 de junho de 2017

Um pouco sobre a história da ARCA - Associação Amigos de Rio Casca

Em 1999, era perceptível a necessidade de se criar uma entidade que preservasse e recuperasse a história do nosso município.

Devido à essa necessidade, um grupo de idealistas formado por Fernando Moreira Couto, Gláucio Batista Vieira, José Geraldo dos Santos, Bernardino Praça, Edson Hudson, José Antônio Rocha, dentre outros, começaram a se reunir no Automóvel Clube de Rio Casca discutindo os primeiros passos para a criação da entidade.
Após algumas reuniões, foi sendo amadurecida a idéia de se criar um museu, para exibir fotos, objetos e documentos que fizeram parte do dia a dia do cidadão rio-casquense e onde mais tarde seria acrescentada uma biblioteca e se chamaria ARCA – Associação Amigos de Rio Casca.

Com a doação de peças feitas inicialmente por membros do grupo e posteriormente por membros da sociedade, foi possível juntar um acervo e se criar o tão sonhado museu, sendo inicialmente localizado na Rua Camilo Mayrinck, ao lado da igreja.


Em 2000, devido às dificuldades em se manter o aluguel e demais despesas da entidade, foi necessário a transferência do museu para um cômodo localizado abaixo da Delegacia da Polícia Civil de Rio Casca.

Em 2001, a organização foi oficializada, tornando-se uma ONG, vindo posteriormente a receber o título de Utilidade Pública Municipal e de Utilidade Pública Estadual.

Muitos foram os desafios nestes dois primeiros anos, seja pela dificuldade em se manter financeiramente a ONG, quanto para se conseguir todo o material para remontar essa história que já estava praticamente perdida.

Em 2005, a ARCA conseguiu uma lei junto à Câmara Municipal, que cedeu o prédio da antiga estação da Maria Fumaça, para que a entidade pudesse se acomodar melhor e assim continuar a realizar este trabalho.

De lá para cá, com muita luta, a ARCA foi fazendo diversas conquistas e realizando ações, como o lançamento de livros, documentários, a realização anual da Semana no Museu, palestras, eventos, a participação nos eventos culturais municipais e no aniversário da cidade.

Em 2012, estreou como editora com o lançamento do livro: Rio Casca: Apontamentos – Sobre um tempo, uma cidade e um povo...

Em 2016, foi realizada a reforma do prédio da Estação, onde está localizada a ARCA, tornando o local mais agradável e bonito para receber os visitantes, foi também criada uma loja de artesanatos e souvenires para os visitantes, além da aquisição de diversos itens para atender os cidadãos, como ventiladores, bebedouro, geladeira, televisão, cadeiras, datashow, computadores e muitos outros itens. Para criar um marco, foi enterrada na frente da ARCA uma cápsula do tempo, ou seja, uma caixa devidamente protegida, onde foram colocados objetos, cartas e jornais que serão desenterrados após 100 anos, ou seja, em 2116.

Em 2017, foi lançado no dia 1 de julho, o segundo livro que conta mais uma parte da história de Rio Casca, fazendo com que as futuras gerações tenham este belo registro do nosso passado.

Os presidentes da ARCA durantes esses anos foram:
2003/2004: Fernando Moreira Couto;
2005/2006: José Geraldo dos Santos;
2007/2008: Bernardino Praça;
2009/2010: Gláucio Batista Vieira;
2011/2012: Gláucio Batista Vieira;
2013/2014: Ermelindo Isaias Rocha;
2015/2016: Michel Carelli;
2017/2018: Michel Carelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário