Anúncio

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

O problema do lixo nas ruas de Rio Casca

Venho mais uma vez falar aqui sobre um problema que é um velho conhecido da população rio-casquense e tem colaborado para deixar nossa cidade um pouco mais feia e doente, causando má impressão aos visitantes, além de desconforto e falta de higiene aos moradores. É o problema do lixo que fica espalhado pelas ruas devido á falta de educação de alguns indivíduos.

Muitas pessoas simplesmente jogam lixo no chão com uma naturalidade assustadora, provavelmente sendo reflexo das atitudes tomadas pela pessoa em casa. Muitas vezes nos deparamos com pessoas jogando lixo no chão, e pasmem, ao lado da lixeira. Esse lixo pode ir para um bueiro, causando alagamentos ou até mesmo transmitir doenças através de moscas e outros insetos que tenham contato com ele.
Outro problema comum é o fato de algumas pessoas ignorarem o horário de coleta de lixo colocarem o lixo na calçada após esse horário, ficando o lixo ali até no outro dia, dando tempo de insetos se infestarem, além de cães de rua o revirarem e fazerem uma boa bagunça na rua.

Lixo jogado no chão
mesmo próximo à 3 lixeiras
Devemos sim reclamar e exigir das autoridades uma coleta de lixo eficiente e uma limpeza das ruas bem feita, mas devemos primeiramente fazer nossa parte.

Em Belo Horizonte, colocar lixo na rua fora dos dias e horários de coleta, abandonar móveis velhos nas calçadas ou jogar resíduos de construção civil em lotes vagos são infrações que podem render multas de R$ 152 a R$ 4,5 mil.
Quem sabe Rio Casca está precisando de uma lei deste tipo?

Uma cidade suja é ruim para todos, inclusive para quem joga o lixo no local errado. Vamos fazer de nossa cidade um local mais limpo, bonito e saudável para se viver, jogue lixo no lixo!

Um comentário:

  1. infelizmente a população da nossa cidade precisa conscientizar dos males que o acumulo indevido de lixo pode causar como ratos, mosquitos, animais peçonhentos e principalmente a dengue sabemos que a coleta do lixo em nossa cidade é adequada porem a população não faz a sua parte

    ResponderExcluir