Anúncio

domingo, 11 de setembro de 2016

Cortador de cana morre em fogo em canavial de Rio Casca

RIO CASCA (MG) - O cortador de cana Júnio Maximo de Lima, 33 anos, de São Pedro dos Ferros, morreu no meio de um canavial em chamas na quinta-feira, 08/09, na região de Rio Casca.
O funcionário da usina de açúcar acionou a Polícia Militar informando que, como é de praxe, por volta das 20:00 de quinta-feira, dezoito funcionários da empresa foram trabalhar na queima de lavoura de cana-de-açúcar na Fazenda Esmeralda. A medida facilita o corte manual da cana, que são separadas em quadras.

Segundo ele, no momento efetuavam a queima de uma das quadras de cana-de-açúcar o fogo saltou para outra quadra que não estava nos planos. Ventava forte no momento.
Todos saíram correndo para uma estrada vicinal, só que Júnio Máximo não acompanhou os colegas e adentrou na quadra para onde o fogo saltou. Com o vento forte, as chamas ganharam velocidade e se espalharam de forma muito rápida, vindo atingir a vítima que não teve como sair.
O corpo foi localizado deitado todo queimado. Uma ambulância da empresa ainda foi ao canavial, mas não havia o que fazer.
Fonte: Portal Caparaó

Nenhum comentário:

Postar um comentário