Anúncio

terça-feira, 15 de março de 2016

Acusado de homicidios e roubos foge do Presídio de Ponte Nova

PONTE NOVA(MG) - Jaksson Mariano de Oliveira, 28 anos, investigado por homicídios e roubo de malotes bancários, conseguiu fugir do Presídio anexo à Delegacia/PN, na madrugada desta segunda-feira, 14/3. Ele serrou grades da janela e, usando uma “tereza”, corda feita com pedaços de pano”, ganhou a rua.
A Polícia Militar registrou o caso, ao ser acionada pelo agente prisional Edvaldo Rigo, coordenador da Equipe de Segurança do Presídio. Conforme o boletim de ocorrência, às 7h de hoje, na vistoria rotineira que antecede a troca de turno dos guardas, houve alarme pela falta de recluso na Cela 6.

Verificaram-se, com o sumiço de Jaksson, o corte das grades da janela e uso de “tereza”, que deu acesso ao teto de uma guarita (onde não fica agente permanentemente), já perto da rua.
Ficaram na cela os detentos Douglas da Silva Rosa e Júlio César da Silva Teixeiras, que nada declararam sobre a fuga. A perita Geiza das Dores/Polícia Civil efetuou verificação de praxe. Segundo o agente Edvaldo, não se localizou a serra, e, em princípio, as grades pareciam ter sido serradas já há algum tempo.
Jaksson estava recluso desde 19/2. Conforme esta FOLHA já divulgou, ele negou em seu depoimento perante o delegado Silvério Rocha de Aguiar a acusação de ser autor de dois homicídios em PN. Ele estava foragido desde janeiro, quando teve a prisão decretada como suposto assassino de Bernar Íkaro Ferreira de Souza, 31, morto às 9h35 de 17/11/2015, no bairro Triângulo.
Jacksson foi preso em 13/2 por militares durante festa na cidade de Coimbra. O delegado mantém em sigilo as investigações sobre a morte de Bernar e a suposta atuação de Jaksson no assassinato de Marcelino Rodrigues Meneses, 36, ocorrido na madrugada de 7/2, no mesmo bairro. Jaksson é ainda investigado por roubos de malotes bancários em PN.
Fonte: Folha de Ponte Nova

Nenhum comentário:

Postar um comentário