Anúncio

domingo, 14 de fevereiro de 2016

Troca de tiros em frente ao Hospital Arnaldo Gavazza em Ponte Nova

 PONTE NOVA (MG) - Perseguição, tiros, pessoas baleadas. Esse foi o cenário presenciado pelos moradores de Ponte Nova, na tarde deste sábado, 13/02. João Paulo de Morais, 25 anos, e Victor     Hugo Guimarães Pereira, 21 anos, foram presos depois de atirarem num rapaz numa motocicleta. Um policial militar revidou os disparos e evitou que o motociclista fosse assassinado.

A perseguição começou às 13:20, na avenida Custódio Silva. João Paulo e Victor Hugo estavam numa motocicleta Honda Falcon e perseguiam Denis de Oliveira Soares, 38 anos, que pilotava uma motocicleta Honda Biz 100.


A Polícia Militar recebeu várias ligações de moradores e comerciantes relatando que os rapazes da segunda motocicleta atiravam em direção do outro. Eles percorreram dez minutos de ruas e avenidas da região central até o bairro Palmeiras, fazendo disparos e dirigindo até na contramão.
Quando chegaram à rotatória do hospital Arnaldo Gavazza Filho, um policial militar de serviço, Sargento Irlam, viu a aproximação das motocicletas. Denis foi baleado e caiu com a Honda Biz.  Victor Hugo e João Paulo desembarcaram da moto e se aproximaram para atirar no rapaz caído.
Ao perceber a clara intenção de matarem Denis, o policial gritou para que os dois autores parassem e jogassem as armas no chão. Ao contrário disso, João Paulo pegou o revólver e atirou em direção ao militar.
O sargento revidou e atirou três vezes. Um dos disparos atingiu João Paulo, que caiu na calçada ainda segurando a arma. Victor Hugo saiu correndo carregando uma pistola 9mm.
As viaturas que já estavam mobilizadas saíram e rastreamento e encontraram Victor Hugo no bairro Santo Antônio. Ele estava nos fundos de uma construção e já havia trocado de roupas. A arma foi apreendida próxima ao local.
Denis e João Paulo foram socorridos e permanecem internados no Hospital Arnaldo Gavazza, sob escolta policial.
DOIS PEDESTRES BALEADOS
Duas pessoas que estavam na rua foram atingidas por disparos durante a perseguição dos marginais. Simone Gomes Moreira foi atingida por estilhaços no ombro esquerdo. Alexsander de Souza Lima foi baleado na cocha esquerda. Ficaram internados.
Como é de praxe, o militar que evitou uma tragédia maior, teve que ser detido e encaminhado ao quartel da Polícia Militar. A arma dele foi recolhida.
Um caminhão de bebidas também foi atingido por um dos tiros, além de projéteis e cápsulas encontrados em outros locais e imóveis no trajeto da perseguição.
As duas motocicletas estavam com documentação atrasada. A Falcon utilizada pelos autores dos tiros ainda tinha fita isolante alterando os números.  A placa correta é HJY-0149 e os autores mudaram para HJY-8148.
Victor Hugo foi encaminhado preso para a delegacia em Ponte Nova.
Fonte: Portal Caparaó

Nenhum comentário:

Postar um comentário