Anúncio

quarta-feira, 1 de julho de 2015

ATUALIZADO: Casal é suspeito de matar grávida em Ponte Nova; um bebê é encontrado e passa bem

Mãe se diz aliviada pela possibilidade
do neto ter sido achado
Foto: O Tempo Online
Um casal é suspeito de ter assassinado Patrícia Xavier da Silva, de 21 anos, para roubar o bebê. A jovem estava no nono mês de gestação e foi encontrada morta nessa terça-feira, em uma estrada de acesso à Fazenda Estiva, em Ponte Nova, na Zona da Mata de Minas Gerais, com um corte no pescoço e outro na barriga. 

Um bebê recém-nascido foi encontrado e passa bem. O marido de Patrícia fará exame de DNA para confirmar se é o pai da criança.
As informações sobre o crime brutal foram passadas em entrevista coletiva do delegado Silvério Rocha, concedida nesta manhã. 


“Foi localizada uma criança. Essa criança está viva,passa bem, está em um local seguro, sendo atendida, cuidada e alimentada. Agora nós vamos mandar material para o DNA e confirmar se é ou não o filho subtraído do corpo da Patrícia. Nós ainda não temos essa informação”, ressaltou o delegado.

Presos
Duas pessoas estão detidas na Delegacia de Ponte Nova, sendo uma mulher. Ela foi encontrada com um recém-nascido, mas nega envolvimento com crime. O outro suspeito é o homem.
A polícia chegou aos suspeitos de maneira separada, após analisar imagens das câmeras do hospital onde Patrícia realizou os últimos exames e de um supermercado, já que uma nota de compra foi encontrada perto do local onde o corpo de Patrícia estava. “Com as imagens do estabelecimento conseguimos identificar quem fez a compra e localizar este suspeito", explica Aguiar.
O suspeito nega qualquer envolvimento com o crime. Ele confirma que esteve no supermercado e disse que dormia na região. Apesar das alegações, o delegado pediu a previsão preventiva dele. "Nenhuma linha está descartada, mas não há nada mais forte do que essa suspeita até o momento", destacou. 

Patrícia Xavier da Silva estava desaparecida desde sexta-feira (26), dia em que foi ao hospital da cidade para fazer as últimas consultas de pré-natal. Ela não foi mais vista desde então. No mesmo dia o marido dela procurou a Polícia Militar e registrou um boletim de ocorrência do desaparecimento.

Fonte: Itatiaia

ATUALIZAÇÃO: 15:33 hrs
Está com prisão temporária decretada a mulher que acaba de confessar à Polícia Civil que teria matado a grávida Patrícia Xavier da Silva, aproveitando para roubar o bebê ainda na barriga da vítima. Após ter derrubadas pela equipe de investigadores suas diferentes versões apresentadas para o caso, Gilmária Silva Patrocínio decidiu confessar o crime.

Às 15h30, o delegado de Homicídios, Silvério Rocha, acompanhado pela delegada regional de Ponte Nova, Iara Gomes, vai ao Bairro Vale Verde, sentido Fazenda da Estiva, na Zona Rural de Ponte Nova, endereço onde o corpo de Patrícia foi encontrado, para que Gilmária conte o passo a passo da última versão relatada por ela à Polícia.

No mesmo local, juntamente com a delegada Débora Meneguite, que também participa da investigação, a delegada regional e o delegado de Homicídios atenderão a imprensa para falar sobre o que foi apurado até o momento e antecipar os próximos passos da investigação.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Polícia Civil

Nenhum comentário:

Postar um comentário