terça-feira, 16 de junho de 2015

Posto de gasolina é assaltado em São Pedro dos Ferros.

São Pedro dos Ferros (MG) - Por volta das 23h de sexta-feira (12), a Polícia Militar de São Pedro dos Ferros realizava diligências sobre um disparo de arma de fogo em via pública e, quando estavam com o coautor desse crime preso, recebeu informação que havia ocorrido roubo à mão armada consumado ao vigia do Posto Mangueira, onde levaram o seu  automóvel Fiat/Uno placa HBM-2734, licenciado em São Pedro dos Ferros.
Segundo a vítima, ele estava sozinho de serviço no Posto Mangueira fora do horário de funcionamento do estabelecimento quando uma motocicleta de cor preta parou no local e os dois ocupantes desembarcaram com capacetes pretos. Sem retirá-los, um deles com revólver em punho anunciou o assalto dizendo mandando o vítima colocar as mãos na cabeça e o chamando de vagabundo.

A vítima não soube informar as características dos autores ou placa da motocicleta. Acrescentou que teve as mãos amarradas para trás com um cabo de carregamento de telefone celular e a boca tampada com uma flanela e que nesse momento os autores muito nervosos o agrediram com tapas apontando o revólver na direção da cabeça dele perguntando onde estava o dinheiro dele. Perguntavam também quem era o proprietário do posto. Prosseguiu dizendo que realizaram busca pessoal e levaram dois telefones celulares, sendo um da marca Samgung no valor de r$800,00 e outro da marca Nokia. localizaram a chave do veículo em seu bolso e fugiram em direção à rodovia MG-329. O outro comparsa seguiu na mesma direção na motocicleta utilizada para o assalto. Acrescentou, ainda, que o veículo estava com pouco combustível e que provavelmente não conseguiriam chegar ao município de Rio Casca. Foi feito contato com as frações de Raul Soares e de Rio Casca e com as informações foi iniciado o rastreamento.
O automóvel foi localizado às margens da rodovia MG-329 com a chave na ignição. Foi constatado que os autores haviam arrancado e subtraído o som automotivo e revirado o interior do automóvel.
A Polícia Militar compareceu ao Posto Mangueira para visualizar as imagens do circuito das câmeras, mas o proprietário não conseguiu operar o sistema. A PM segue em rastreamento aos autores.

Fonte: Portal Unidade Notícias

Nota do Michel:
Chegamos a tal ponto de que um assaltante chama o trabalhador de vagabundo. Onde vamos parar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário