quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Ponte Nova: Família é vítima de Roubo à mão armada em Sítio


PONTE NOVA
– Na madrugada de hoje (23), a Polícia Militar registrou uma ocorrência de roubo a mão armada na Fazenda Vargem Linda.

No local residem um casal e um filho. Eles estavam dormindo quando foram surpreendidos por 05 (cinco) indivíduos armados que adentraram o imóvel pelas janelas após arrombá-las. Os autores estavam encapuzados e procuravam por dinheiro e arma de fogo.

As vítimas foram amarradas e trancadas no closet do quarto. Os autores reviraram toda a casa e subtraíram o seguinte: 01 (uma) caminhonete Hilux; R$ 7250,00 (sete mil duzentos e cinquenta reais); 03 (três) televisões; 06 (seis) aparelhos celular, 01 (um) notebook; 03 (três) micro-ondas; relógios de pulso, pares de calçados, 01 (um) fogão Cooktop e 01 vídeo game mega-drive.

Os autores chegaram em um Fiat/Uno e após a fuga abandonaram o veículo nas proximidades do local.

A Polícia Militar segue em rastreamento na tentativa de identificar e prender os autores.
Fonte: Polícia Militar

terça-feira, 4 de agosto de 2020

Ponte Nova e Abre Campo anunciam fim da barreira sanitária

Imagem meramente ilustrativa
Duas cidades na região informaram a data para o fim das barreiras sanitárias.
Ponte Nova informou através de suas redes sociais oficiais que a partir do dia 10 de agosto (Segunda-Feira) não contará mais com a barreira sanitária.

Veja a nota na íntegra:

A Prefeitura de Ponte Nova informa que, a partir do dia 10/08, encerrará as atividades nas barreiras sanitárias. Os profissionais serão realocados para funções de fiscalização no enfrentamento da Covid-19, dentro do município. O treinamento para readequação será realizado nos dias 06 e 07 de agosto. O encerramento se dá por alinhamento ao Programa Minas Consciente e das novas propostas de flexibilização do comércio e prestação de serviços.

A Web TV Cidade, de Abre Campo informou que já no dia 5 de agosto, a cidade não realizará mais a barreira.
 

segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Som Realce e ARCA apresentam: "Nossa história, Nossa Live"



No próximo sábado, dia 8 de agosto a partir das 17 horas, acontecerá uma live histórica em Rio Casca.
O evento terá como cenário a ARCA (Associação Amigos de Rio Casca) com todo o teor histórico e ambientado para remeter nossas memórias aos clássicos tempos de nossa cidade.

A live é uma realização do Som Realce e da própria ARCA e contará com a participação de músicos locais, integrantes da Banda Santa Cecília, o DJ Anderson Dueli, Waltinho e Polyana Gomes e a Banda Mistura Fina.

O objetivo da transmissão, além de entreter e divertir os espectadores, é arrecadar fundos para a ARCA e os músicos participantes.

Você é convidado especial para assistir este delicioso evento e se puder colaborar com esta causa.

A live poderá ser assistida CLICANDO AQUI

sexta-feira, 31 de julho de 2020

Morre o artista rio-casquense Maurino de Araújo


Maurino entregando uma de 
suas obras ao Papa João Paulo II
Morreu ontem, (30/07/20), aos 77 anos, o artista Maurino de Araújo, considerado por muitos como um expressionista barroco.

Natural de Rio Casca, Minas Gerais, Maurino começou a produzir suas primeiras peças ainda menino, sob a influência de seu avô.

Como muitos outros artistas brasileiros, começou mostrando suas obras na feira de artesanato da Praça da Liberdade em Belo Horizonte e, gradativamente, foi ganhando notoriedade entre os críticos e apreciadores de arte popular no Brasil.

Em vida, Maurino expôs seus trabalhos em inúmeras exposições individuais e coletivas pelo mundo e recebeu vários prêmios como: “Prêmio Legião Brasileira de Assistência”; “Destaque nas Artes”, promoção Diários Associados (1976) e “Melhor do Ano”, no setor de artes, promoção Diários Associados (1981).

Participou da “XV BISP” (1979); da “V SAP” de BH (1982); e do “I Salão de Artes Visuais da Fundação Clóvis Salgado”, no Palácio das Artes, em BH (1984).

Uma de suas obras ele entregou pessoalmente ao papa João Paulo II (Foto 1)

Fonte: Centro de Arte Popular

Maurino Araújo na Praça da LIberdade, em Belo Horizonte, e duas de suas esculturas expostas aqui no CAP, pertencentes a coleção do Museu Mineiro.